Início Bahia Ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes morre aos 83 anos

Ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes morre aos 83 anos

Por Reginaldo Spínola

O ex-prefeito de Itabuna, cidade do sul da Bahia, Fernando Gomes morreu na tarde deste domingo (24), aos 83 anos, em Salvador. A informação foi confirmada por um dos filhos do político.

Fernando Gomes deixa viúva e seis filhos. Ele estava internado no Hospital Aliança, na capital baiana, desde 14 de julho, após ter uma crise hepática causada por medicamentos usados para amenizar dores na lombar.

Segundo familiares de Fernando Gomes, o ex-prefeito passou por uma desintoxicação após ser internado. Neste domingo, em nota enviada por volta das 14h, a família havia informado que houve a necessidade de intervenção cirúrgica para conter o avanço de uma bactéria. No entanto, às 16h, o político foi a óbito.

O corpo será levado para Itabuna e o velório está previsto para ocorrer na Sala Principal do Teatro Municipal Candinha Doria, na cidade, uma das obras mais representativas da vida política de Fernando Gomes, e que demarcou a sua última gestão, entre 2017 e 2020.

O governador da Bahia, Rui Costa, e o prefeito de Itabuna, Augusto Castro, decretaram luto de três dias na Bahia e em Itabuna respectivamente.

Além disso, a Prefeitura de Itabuna informou que suspenderá o expediente em órgãos da administração centralizada e indireta na segunda-feira (25), incluindo a Emasa e as fundações Marimbeta, FICC e FASI e área administrativa do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. As Unidades Básicas e de Saúde da Família funcionarão normalmente.

Histórico

Fernando Gomes Oliveira nasceu em 30 de junho de 1939 na cidade de Itabuna. Fez curso técnico de contabilidade em Itabuna e depois passou a atuar em atividades agropecuárias.

Filho de José Oliveira de Freitas e de Ester Gomes de Oliveira, ele começou a carreira política em 1973, aos 34 anos, quando foi convidado para assumir o cargo de Secretário Municipal de Administração, e ocupou a função até meados de 1976, quando decidiu candidatar-se à prefeitura do município.

Fernando é recordista de mandatos legislativos na história de Itabuna, foram cinco ao todo. A primeira iniciada em 1978 e a última, em 2017. Em 2020, ele não concorreu à reeleição, pois teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA).

O político ficou conhecido no Brasil após dizer, em 2020, no auge da pandemia da Covid-19, que abriria o comércio “morra quem morrer”.

Ainda no mesmo período, o ex-gestor afirmou que não houve “descaso” com vítimas da Covid-19 ao dar a declaração polêmica.

O político foi casado com Gislene Neiva Monteiro Oliveira, com que teve quatro filhos. Atualmente era casado com Sandra Neilma, com que tem duas filhas.

Depois da declaração do ‘morra quem morrer’, prefeito de Itabuna pede desculpas

Depois da declaração do ‘morra quem morrer’, prefeito de Itabuna pede desculpas

Repercussão

Rui Costa, Governador da Bahia

“Quero manifestar meu pesar pela morte do ex-prefeito de Itabuna e ex-deputado federal, Fernando Gomes. Que Deus conforte seus familiares, amigos e itabunenses. Está decretado luto oficial na Bahia por 3 dias”

Augusto Castro, prefeito de Itabuna

“Decretei luto oficial por três dias em memória do ex-prefeito Fernando Gomes Oliveira, cuja trajetória política e administrativa é por todos reconhecida. Que descanse em paz”.

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade