Início Brasil Polícia investiga 30 possíveis casos de estupro de anestesista preso no Rio

Polícia investiga 30 possíveis casos de estupro de anestesista preso no Rio

Por Reginaldo Spínola

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga 30 possíveis casos de estupro de pacientes de Giovanni Quintella Bezerra. Segundo a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de São João de Meriti, Bárbara Lomba, ainda é preciso investigar, mas há relatos de 30 possíveis vítimas.

“Toda essa ação criminosa é repugnante, é algo que não imaginávamos que pudesse acontecer’, pontuou a delegada à publicação.

De acordo com o G1, o Hospital Estadual da Mãe de Mesquita informou que o médico anestesista acompanhou mais de 20 cirurgias na unidade. É investigado, ainda, se ele também usou medicamentos desnecessários ou em excesso.

O anestesista foi preso em flagrante por estupro durante uma cesariana no Hospital Heloneida Studart, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade