Início Bahia Alunos oram após ataque que terminou com cadeirante morta em escola na Bahia

Alunos oram após ataque que terminou com cadeirante morta em escola na Bahia

Por Reginaldo Spínola

Alunos do Colégio Municipal Eurides Sant’Anna, que é de gestão compartilhada com a Polícia Militar, em Barreiras, no oeste da Bahia, se emocionaram bastante e fizeram orações após o ataque a tiros que terminou com a morte de uma cadeirante, na manhã desta segunda-feira (26). A vítima foi identificada como Geane da Silva Brito, de 19 anos, estudante do 9° ano, na instituição.

Atirador estava com revólver, duas armas brancas e um objeto semelhante a uma bomba caseira — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Segundo o delegado Rivaldo Luz, coordenador de Polícia Civil da região, um jovem de 14 anos invadiu o local com um revólver calibre 38, duas armas brancas e aparentemente uma bomba caseira, e atirou contra os alunos, por volta das 7h. Não há informações sobre a motivação do crime.

O atirador, que também estuda na escola e tem 14 anos, foi baleado e levado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital Geral do Oeste. Não há detalhes sobre o estado de saúde do jovem e a polícia não tem informações sobre quem efetuou o disparo que o feriu. Um dos estudantes, que estava no colégio na hora, contou o que viu.

O Samu informou que quando o atirador foi socorrido, não respondia aos comandos da equipe médica, mas a saturação estava boa. O jovem deu entrada na unidade médica por volta das 8h10 e foi para o centro cirúrgico. Não há detalhes sobre o estado de saúde dele.

De acordo com o comando da Polícia Militar, o atirador chegou na escola disparando. No momento, os estudantes aguardavam o horário das aulas para entrar nas salas. O porteiro, que não estava armado, correu com os alunos para tentar se proteger.

O autor do crime atirou diversas vezes na vítima. Quando acabou as munições da arma de fogo, usou o facão para esfaqueá-la.

A Polícia Civil investiga algumas publicações em redes sociais atribuídas ao adolescente de 14 anos com discurso de ódio.

SAIBA MAIS

Adolescente armado invade escola, dispara contra alunos e mata estudante na Bahia

Ataque em escola: Polícia analisa redes sociais de suposto atirador e como ele conseguiu a arma

Pai de cadeirante morta durante ataque a tiros em escola na BA se emociona: ‘Se eu tivesse na hora, me atravessava na frente da bala’

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade