Página Inicial / Bahia / Segurança que impediu garoto de comer em shopping é afastado

Segurança que impediu garoto de comer em shopping é afastado

O Shopping da Bahia decidiu afastar das atividades ligadas ao público o segurança que foi flagrado na última segunda-feira (12) tentando impedir um cliente de pagar almoço a uma criança.

Em nota enviada à imprensa, na tarde desta terça, o centro de compras afirmou que ele passará por uma “reabilitação”, mesmo sendo a sua conduta não estando de acordo com as orientações do shopping.

“Além disso, ele foi advertido e segue para uma nova rodada de cursos e capacitações”, continua a nota. O texto ressalta que os seguranças do Shopping da Bahia (antigo Iguatemi, em Salvador) passam periodicamente por treinamentos técnicos e com conteúdo sobre o contexto social que vivemos.

Abordagem

Na nota, o estabelecimento informou que não há orientação para uma abordagem que vá “além de coibir ações de comércio informal e de pessoas (crianças e adultos) que tentam abordar clientes com pedidos de dinheiro, alimentos ou produtos”. “A decisão do cliente é soberana e tem que ser respeitada, sem nenhuma ação violenta ou que gere constrangimento.”

Segundo o shopping, sua atuação é em parceria diária com órgãos como Conselho Tutelar, Juizado de Menores, Instituto IRIS, polícias Civil e Militar, e a orientação é sempre pelo cumprimento da lei e respeito aos direitos humanos.

O centro de compras afirma ainda que repudia qualquer acusação de racismo institucional. “Temos orgulho da nossa relação com o povo de Salvador, suas matrizes culturais, e sociais”, declara.

O pedido de desculpas já veiculado nas suas redes sociais do shopping foi reiterado e “direcionado a todos os que se sentirem tristes e étnicas ofendidos com o fato, mas especialmente aos envolvidos e suas famílias”. // Correio

Sobre Reginaldo Spínola

Postagem em destaque

Jogador de futebol mata transexual para esconder relação entre os dois

Um jogador de futebol, de 22 anos foi preso em flagrante na última quinta-feira (21/4) …