Início Noticias Abandonada: Mulher vive no meio de lixo, baratas e insetos em Conquista

Abandonada: Mulher vive no meio de lixo, baratas e insetos em Conquista

Por Reginaldo Spínola
Quem chega a um pequeno quarto na Av. Caetité no bairro
Patagônia em Conquista fica enojado com o mau cheiro, baratas e outros insetos
provocados pela bagunça e acumulo de lixo naquele local. Parece inacreditável,
mas uma mulher mora em meio a esse lixo.
Na imagem não é possível ver Dona Júlia, mas ela está
dormindo embaixo de toda essa bagunça. Ela diz que está tudo bem e recusa
qualquer tipo de ajuda.
A senhora que reside nessa situação desumana é conhecida por
Júlia. Segundo os vizinhos, é uma pessoa de poucas palavras e vive isolada
socialmente. Na noite desta sexta-feira, 09, eles perceberam que algo de errado
estava ocorrendo e ao tentarem abrir porta do quarto, para observarem se Júlia
precisava de alguma coisa, se assustaram com o cenário e descobriram que a
senhora de pouca conversa vive numa “pocilga”.
O que mais chamou atenção é que os vizinhos não viram dona
Júlia quando abriram a porta. Eles a chamaram e ficaram chocados ao ouvirem a
voz saindo debaixo do monte de trapo. Os vizinhos até pensaram que ela
estivesse presa ali debaixo. Todavia, ouviram algo mais assustador: a senhora
afirmou que estava tudo bem e recusou qualquer tipo de ajuda.
Provavelmente Dona Júlia esteja com a Síndrome de Diógenes.
Pessoas com esse problema vivem como mendigos, costumam acumular objetos sem
valor, se isolam, não tem cuidados com a higiene pessoal e recusam em receber
ajuda.
A Polícia foi chamada, mas nada pode fazer. A senhora também
negou auxilio e afirmou que não precisava de ajuda.
Os populares foram orientados a acionarem o serviço de
assistência social do Município, o qual procederá com todo o atendimento
necessário para que Dona Júlia possa ter uma melhor qualidade de vida. (Blitz Conquista)
Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies