Início Noticias Brasil: Pai é preso após tentar “vender” seu bebê em portal de classificados na internet

Brasil: Pai é preso após tentar “vender” seu bebê em portal de classificados na internet

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário
A Polícia Civil prendeu nesta
terça-feira (29) o pai suspeito de anunciar o bebê em um site de vendas na
internet.
Segundo a delegada Ana Maria dos
Santos, o homem de 24 anos confessou ser responsável pelo anúncio e disse ter
feito a postagem por brincadeira. Apesar da alegação, a delegada afirmou que a
oferta de venda da criança já se configura crime e o homem foi autuado em
flagrante.
A mãe do bebê afirmou aos
policiais que não sabia que o marido havia feito a postagem. A mulher de 23
anos não foi presa, mas ainda é investigada. A oferta foi publicada no fim da
tarde desta segunda-feira (28) no site de classificados “OLX”. O conteúdo foi
retirado do ar por volta das 10h desta terça. O casal é morador de Contagem e
foi localizado em Ibirité ambas as cidades na Região Metropolitana. A polícia
suspeita que eles tentaram fugir. Os dois têm mais um filho biológico e cuidam
de uma outra criança. A polícia afirmou o Conselho Tutelar foi acionado e as
crianças devem ficar com parentes.
De acordo com a delegada, uma
investigação paralela de maus tratos contra as crianças será realizada. Ainda
segundo Ana Maria, o homem vai responder por dois crimes: oferta e venda de
pessoas e exposição de crianças a constrangimento. O casal não tinha passagens
anteriores pela polícia.

Anúncio
Conforme o conteúdo que podia ser
acessado no site OLX, a criança tem dez dias de vida e é um “homem lindo com
saúde total e comprovada”. O texto do anunciante ainda diz que o bebê seria um
“ótimo investimento” e que o valor da venda seria combinado posteriormente.
Além de cinco fotos de uma criança, o anúncio incluía um telefone de contato. Rede
Minas

Em nota, a OLX lamentou o ocorrido e disse que repudia esse
tipo de conteúdo, que não condiz com os termos de uso da plataforma. Informou
também que conta com uma equipe de atendimento dedicada a aprimorar a
plataforma constantemente para manter a comunidade de usuários segura. Ainda de
acordo com a OLX, a recomendação é que, ao verificarem anúncios irregulares ou
conteúdos indevidos, os usuários denunciem o conteúdo na própria plataforma ou
entrem imediatamente em contato com a equipe de atendimento ao cliente para que
a empresa investigue o anúncio e tome as medidas necessárias. (Rede Minas).
Itambeagora@gmail.com
0 Comentário
0

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade