Início Bahia Adolescente é apreendido depois de espancar e matar enteada de dois anos na Bahia.

Adolescente é apreendido depois de espancar e matar enteada de dois anos na Bahia.

Por Reginaldo Spínola

itambagora-5

Na tarde desta terça-feira (25), uma criança de dois anos morreu após ser agredida pelo companheiro da mãe em Madre de Deus, na RMS (região metropolitana de Salvador).

De acordo com a delegacia local, o responsável pela agressão foi identificado como M.V.S.C., de 17 anos. O jovem foi apreendido em flagrante após ser agredido pela população local.

Segundo a polícia, o jovem disse aos investigadores que cometeu o crime após fazer uso de entorpecentes e discutir com a mãe da vítima. O jovem, que tem envolvimento com o tráfico de drogas, ainda contou na delegacia que agrediu o bebê com socos no estômago, porque estava irritado com o ciúme excessivo da companheira, de 18 anos, mãe da menina.

O crime ocorreu no imóvel onde o casal residia, no bairro Quitéria Velha, depois que a jovem, que é vendedora de picolés na praia, havia saído para trabalhar.

O suspeito foi apreendido depois que a equipe do Hospital Municipal de Madre de Deus constatou a morte da criança e suspeitou dos hematomas que ela tinha pelo corpo. O laudo do IML (Instituto Médico Legal), que foi divulgado nesta quinta-feira (27), apontou que a menina vinha sendo abusada com frequência. Familiares e moradores da região suspeitam que M.V.S.C. cometeu os abusos.

A mãe da menina, identificada como A.S.D.S., estava na unidade médica quando os policiais militares chegaram e apontou M.V.S.C. como responsável pelas agressões que causaram a morte da filha. Após ouvir a mulher, os policiais realizaram uma busca pelo padrasto.

Segundo a Polícia Militar, o homem foi encontrado numa região da praia, próximo a residência dele, onde estava sendo agredido por populares. A tentativa de linchamento foi impedida com a chegada da polícia. O jovem teve ferimentos leves e foi encaminhado para o DPT (Departamento de Polícia Técnica) de Salvador, para realizar exame de corpo de delito. Ele já foi ouvido na 17ª DT (Delegacia Territorial), de Madre de Deus, e será encaminhado ao MP (Ministério Público).

A delegada lavrou um auto de apreensão por ato infracional semelhante ao crime de homicídio. (R7)

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Deixe um comentário

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies