Início Bahia Bahia vira sobre o Ceará, mantém escrita em casa e segue na cola do G-4

Bahia vira sobre o Ceará, mantém escrita em casa e segue na cola do G-4

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário

itambagora

Foi um jogo complicado. Confronto direto e a responsabilidade de conseguir um bom resultado. Mas o Bahia conseguiu. Na tarde deste sábado (29), o Esquadrão saiu perdendo ao sofrer o gol de Lelê, mas teve o apoio de mais de 27 mil pessoas para virar sobre o Ceará com gols de Edigar Junio, Régis e Diego Felipe, contra, decretando o placar em 3 a 1.

Com o resultado, o tricolor subiu para os 53 pontos e agora é o quinto colocado, a um ponto do Náutico. O próximo duelo será na próxima sexta-feira (4), contra o Vila Nova, em Goiânia.

O JOGO

Com o grande apoio da torcida, o time da casa teve a primeira chance da partida na Arena Fonte Nova. Pelo lado esquerdo, Moisés fez bom cruzamento e Renato Cajá cabeceou para o lado da meta do goleiro Éverson aos quatro minutos. Logo depois, Hernane ficou bom a bola na intermediária, ajeitou e bateu com força para defesa do arqueiro.

O Esquadrão seguiu atacando. Aos nove minutos, Cajá cobrou escanteio e a bola rebateu até chegar em Wesley Natã, que cabeceou na trave, com direito a desvio de Éverson. Logo depois, foi a vez do Ceará responder aos 12 minutos. Após descida pelo lado esquerdo, a bola sobrou com Wescley na grande área, mas a defesa tricolor evitou a finalização. Aos 22 minutos, Juninho, em cobrança de falta, cruzou na área e Jackson, com liberdade, errou o cabeceio e a bola foi para a linha de fundo.

Ceará abre o placar com Lelê

O Ceará, que também precisava do triunfo, partiu para cima do Esquadrão e abriu o placar. Aos 27 minutos, pelo lado esquerdo, Felipe aplicou um belo elástico para cima de Eduardo e ficou livre na grande área para tocar em direção a Lelê, que só teve o trabalho de empurrar a bola para a rede.

Wesley Natã perde chance incrível

A Arena Fonte Nova gritou em tom de lamentação aos 33 minutos da primeira etapa. Hernane aproveitou falha de Éverson, que estava fora do gol, e cruzou para a área. O zagueiro Ewerton Páscoa errou o domínio e a bola ficou livre para Wesley Natã, que pegou mal na bola e desperdiçou o empate. Logo depois, após cruzamento de Moisés e passe de Tiago, Edigar Junio finalizou para defesa de Éverson

Segundo tempo

Atrás no marcador, o Bahia tinha maior posse de bola nos primeiros minutos e atacou o Ceará, mas não conseguia concluir em perigo para a meta de Éverson.

A primeira grande oportunidade veio aos 12 minutos. Após cruzamento na área e desvio de Hernane, Victor Rangel bateu rasteiro e Éverson salvou o alvinegro. Três minutos depois, o mesmo Victor Rangel recebeu passe próximo da grande área, driblou e bateu fraco, sem causar problemas para o goleiro.

Bahia empata com Edigar Junio

A pressão tricolor não parava. Aos 18 minutos, Edigar Junio cruzou da direita e Régis bateu muito bem na bola para grande defesa de Éverson. Na sequência do lance, Edigar recebeu cruzamento na área e cabeceou sem dar chances ao arqueiro do Vovô. Foi o suficiente para a Fonte Nova explodir de alegria.

Régis vira para o Bahia

Com a torcida em polvorosa, não demorou para o Esquadrão conseguir a virada. Depois de ótima troca de passes entre Edigar Junio, Hernane e Régis, o camisa 20 tocou com a parte externa do pé e conseguiu vencer o goleiro adversário aos 28 minutos.

Logo depois, veio o terceiro gol do Esquadrão. Pressionado por Victor Rangel no setor defensivo, o volante Diego Felipe acabou tocando pro próprio gol e traindo o goleiro Éverson. Com tranquilidade no placar, o Bahia administrou o resultado e garantiu os três pontos.

FICHA TÉCNICA

Bahia x Ceará

Série B – 33ª rodada

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador

Data: 29/10/2016

Horário: 16h (horário da Bahia)

Árbitro: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto (RS)

Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor e Jorge Eduardo Bernardi (ambos do RS)

Cartões amarelos: Renê Júnior (Bahia) / Lelê, Felipe (Ceará)

Gols: Edigar Junio, Régis, Diego Felipe (contra) Lelê (Ceará)

Bahia: Muriel; Eduardo; Tiago, Jackson e Tinga; Renê Júnior, Juninho e Renato Cajá (Régis); Edigar Junio, Wesley Natã (Victor Rangel) e Hernane. Técnico: Guto Ferreira.

Ceará: Éverson; Tiago Cametá, Charles, Ewerton Páscoa e Thallyson; Richardson, Felipe Menezes (Diego Felipe), Felipe (Serginho) e Wescley; Lelê e Bill. Técnico: Sérgio Soares.

(Bahia Notícias)

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário
0

Deixe um comentário

Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade