Início Bahia Comunicado da APLB de Ribeirão do Largo

Comunicado da APLB de Ribeirão do Largo

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário

APLB – Núcleo de Ribeirão do Largo – Ba, possui na sua coordenação geral Maruzana Gonçalves Gusmão, vice coordenação Nabio Lima do Carmo, secretária Sueli Santos Sousa, Tesoureira Marcia Ribeiro Batista, secretaria de divulgação Fabrícia Nolasco, suplentes: Darci Gama  e Vera Lúcia Paiva.

Tem liberadas para o exercício sindical, a coordenadora Maruzana Gusmão, e secretaria Sueli Santos Sousa. Desde o ano de 2013 trabalharam para o cumprimento e convalidação do Plano de Carreira do Magistério Público de Ribeirão do Largo, que foi convalidado em todos os percentuais de graduação, pós graduação, titulação, regência de classe, mestrado e doutorado.

Desde o ano de 2017, a diretoria da APLB trabalhou para que o mês de dezembro de 2016 fosse pago pela gestão atual que alegou inicialmente que o ex-gestor não havia deixado recurso, mas a coordenadora do núcleo da APLB de Ribeirão do Largo, de posse de extratos bancários foi em busca do Ministério Público, que através da Promotora de Justiça de Ribeirão do Largo começou a acompanhar os recursos, gastos e solicitou com urgência a efetivação do pagamento referente ao mês de dezembro de 2017. Etapa vencida.

Mas desde janeiro de 2017, até a data de hoje o atual gestor do município de Ribeirão do Largo paga com cortes nos salários dos professores. Eles tem recebido o pagamento com cortes dos percentuais, tendo vários prejuízos, inclusive não tem mais dignidade de ter um salário em data base, também sem valor certo.

Primando também para o cumprimento dos 200 dias letivos e para não prejudicar o aluno, a diretora do núcleo de Ribeirão do Largo e sua assessoria jurídica, na pessoa do Dr. Tadeu Cincurá, optou por reuniões com atual gestão e Promotora de Justiça para tentar solucionar o problema. Ate então foram vários reuniões inclusive sempre apresentando tudo em assembleia para os filados. Foi então aprovado calendário de greve no município e realizamos paralisações, mas sempre sem êxito.

Foi solicitado estudo financeiro do município, que foi feito  e apresentando por Dr Tadeu Cincurá, à Promotora de Justiça, prefeito e  assessores, sempre apontando que o recurso existe e o que ocorre  é má gestão dos recursos.

A promotora de justiça solicitou relatórios do Fundeb, transporte escolar, folha de pagamento e relatórios da merenda escolar. Todos os relatórios comprovaram má gestão dos recursos e, em alguns casos, irregularidades.  Todas as denúncias foram feitas no ministério público. A assessoria jurídica percebendo que há má gestão dos recursos, entrou com processo judicial, com pedido de liminar. Dia 08/12/2017 a Juíza da comarca de Encruzilhada despachou processo com pedido de liminar, que o gestor recebeu na  sexta-feira. Com prazo descumprido, o município começou a receber muita de 10.000 e já se aciona bloqueio de verbas, pois a liminar foi descumprida.

Ao invés de regulariza a situação o gestor atual suspendeu o pagamento do mês de outubro e pagou o mês de novembro com cortes. Foi encaminhado para câmara de vereadores pelo prefeito, Projeto de Lei solicitando congelamento  de salários dos professores, mas os vereadores: Eder, Adriano, Wilson, Léo Cloves  e Cau se já expuseram seu ponto de vista: “Não votam em nada que possa prejudicar a classe e definiram que não  votam e nada que venha prejudicar funcionários”.

Estamos aguardando o cumprimento da lei e o ano letivo no município de Ribeirão do Largo só começa se for comum acordo com os professores, pois o descaso em 2017 com o professor foi grande.

APLB-Núcleo de Ribeirão do Largo – Ba

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade