Início Bahia Lobo guará, espécie em extinção é atropelado e morto em estrada de Ribeirão do Largo

Lobo guará, espécie em extinção é atropelado e morto em estrada de Ribeirão do Largo

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário

Um lobo-guará, espécie de canídeo ameaçada de extinção foi morto após ser atropelado em uma estrada vicinal do município de Ribeirão do Largo.

O fato ocorreu na manhã da última quarta-feira (25), por volta das 06:00h, nas proximidades da fábrica de cerâmica, há aproximadamente 3 km da área urbana.

Segundo informações, um carro que presta serviço para a secretaria de educação do município seguia para a zona rural para buscar alunos, quando o motorista deparou com o animal atravessando a estrada, sendo inevitável o atropelamento. Após o choque, o lobo, provavelmente uma fêmea, morreu no local.

Segundo informações de moradores do local, um casal desta espécie considerada o maior canídeo da América do Sul, já foi visto por várias vezes nesta região. Sendo assim, ainda mais um lobo, que agora está sozinho nesta localidade.

O lobo-guará sofre muito com a destruição do ambiente, obrigando-os a procurarem outros lugares para viver e alimentar-se. Essa espécie não é comum nesta região, porém esse fator pode ter contribuído para a migração. Nessa procura, muitos são atropelados em estradas, como o que aconteceu com esse, na última quarta-feira. Esse animal, além de ter seu habitat destruído, têm que lidar – também – com a caça. Diante de tantos problemas, não é de se assustar que ele se encontra classificado como vulnerável à extinção pela IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais)

Esse animal é conhecido também como guará, aguaraçu, lobo-de-crina, lobo-de-juba ou lobo-vermelho e é considerado o maior canídeo da América do Sul.

Conheça agora um pouco mais sobre o lobo guará:

 

Características

O lobo guará, cientificamente conhecido como Chysocyon brachyurus, é o maior canídeo da América do Sul, possui parentesco com os cães domésticos e também com os lobos selvagens.

Ele tem entre 95 e 115 cm de comprimento, sua cauda geralmente mede entre 38 e 50 cm de comprimento. Suas pernas são longas e finas, as orelhas são grandes e sua pelagem é laranja-avermelhada. O peso deste lobo varia entre 20 e 30 kg. Os pelos de sua nuca são arrepiados e pretos, em seu pescoço, no interior de suas orelhas e na ponta da cauda, os pelos são brancos. O formato da sua cabeça é muito parecido com o da raposa, com um focinho comprido e orelhas grandes.

Onde pode ser encontrado

Aqui no Brasil, podemos encontrar o lobo guará nas regiões da Chapada dos Veadeiros, Serra da Canastra, Parque das Emas, Serra do Cipó, Chapada dos Guimarães, Ilha Grande, Reserva Ecológica do Roncador e Serra da Bocaina.

Também podemos encontra-lo em outros países, como na Argentina, Bolívia, Paraguai, Peru e Uruguai.

Geralmente é visto no fim do dia, habita em campos abertos, com vegetação de arbustos e áreas de bosque com o dossel aberto. Ele também pode ser encontrado em áreas que sofrem inundações periódicas e campos cultivados pelo homem. É uma espécie que não apresenta grandes riscos ao homem, só ataca caso sinta-se ameaçado.

Extinção

No Brasil, o lobo guará é considerado uma espécie que está ameaçada de extinção. Com o desmatamento e destruição do meio ambiente, esse animal perde seu habitat natural, quando sai à procura de um novo lugar para viver e se alimentar muitas vezes é atropelado ou caçado por fazendeiros.

É essencial que as pessoas se conscientizem e se mobilizem para que as áreas que são o habitat dessa espécie e de muitas outras seja preservada. Dessa forma não corremos o risco de perder mais uma espécie. // Fonte: Blog Itambé Agora

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário
0

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade