Início Brasil Dá pra acreditar?: Justiça decide que atirar contra policiais não é necessariamente tentativa de homicídio

Dá pra acreditar?: Justiça decide que atirar contra policiais não é necessariamente tentativa de homicídio

Por Reginaldo Spínola

 

Uma decisão bastante inacreditável surgiu recentemente nas redes sociais e tomou o debate público nesta semana. O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul , TJ-RS, decidiu que atirar contra policiais não é necessariamente tentativa de homicídio. Os desembargadores excluíram dois acusados de tentativa de homicídio de terem um julgamento pelo Tribunal do Juri. “Não há elementos a evidenciar que o réu teria feito mira, direcionando os disparos contra os policiais militares, mas sim efetuaram os disparos como forma de evitar ou dificultar a aproximação” disse o relator, que foi seguido pelos colegas. “Não se pode presumir que quando alguém efetua um disparo de arma de fogo em fuga de policiais, está atirando para matar os agentes”, disse o juiz de primeira instância.

“Pela decisão, os suspeitos podem ser acusados apenas de crime de resistência ou de disparo de arma de fogo.” Dá pra acreditar?

Com informação da Gazeta do Povo
Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade