Início Brasil Delegado sofre parada cardiorrespiratória após se afogar em mar e morre

Delegado sofre parada cardiorrespiratória após se afogar em mar e morre

Por Reginaldo Spínola

Um delegado da Polícia Civil de São Paulo morreu após se afogar em uma praia de Guarujá, no litoral de São Paulo, na tarde de quinta-feira (5). Outros dois homens, que estavam com ele, também foram arrastados pela correnteza, mas foram resgatados com vida.

De acordo com o Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar), o delegado Rafael Herculani Pavarina, de 33 anos, estava no mar com mais dois homens, na praia da Enseada. Por volta das 14h50, os três entraram em uma área de risco e chamaram a atenção de um guarda-vidas.

Ao chegar próximo à área em que os três estavam para avisá-los sobre o perigo, o guarda-vidas percebeu que estavam entrando em processo de afogamento, sendo arrastadas pela corrente de retorno. Neste momento, o guarda-vidas solicitou apoio da equipe e correu para realizar o resgate.

O delegado foi retirado do mar em parada cardiorrespiratória. Outro homem foi resgatado com vida e o terceiro conseguiu sair sem ajuda do mar. Rafael foi encaminhado para o Hospital Santo Amaro, na mesma cidade, mas não resistiu e veio a óbito.

Rafael Pavarina era o delegado responsável pelo 24º DP do Departamento de Polícia Judiciária da Capital (Decap). O velório acontece na Casa de Velório Athia na manhã desta sexta-feira (6) e o sepultamento no Cemitério São João Batista, em Presidente Prudente. O horário ainda não foi definido.

Itambeagora@gmail.com

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade