Início Bahia Adolescente baianas criam cabine para desinfectar livros e recebem prêmio em competição nacional de robótica

Adolescente baianas criam cabine para desinfectar livros e recebem prêmio em competição nacional de robótica

Por Reginaldo Spínola

Um grupo de estudantes de Candeias, região metropolitana de Salvador, foi uma das equipes premiadas no Desafio SESI de Robótica Covid-19. O objetivo era apresentar propostas inovadoras para o combate à doença e as jovens desenvolveram uma cabine de desinfecção de livros para bibliotecas.

O projeto de Ana Clara Freitas (13 anos), Jade Santos (13 anos), Natália Jesus (14 anos) e Wililane Barbosa (15 anos), que formaram a equipe “Robolife”, ficou entre os 39 melhores, dentre mais de 400 projetos enviados para o concurso. A proposta delas foi eleita a melhor na categoria “Pesquisa”. Elas são estudantes do 9º ano do ensino fundamental.

A ideia das jovens surgiu ao perceberem que livros de bibliotecas tem de passar por uma “quarentena” de catorze dias antes de ser emprestado novamente para outra pessoa. A medida adotada é para evitar a propagação do novo coronavírus.

No entanto, este procedimento atrasa a circulação dos livros. Por isso, as meninas idealizaram uma cabine que utiliza o ozônio como agente desinfetante. A invenção permite que os livros sejam disponibilizados, depois de apenas alguns minutos, sem colocar em risco os profissionais das bibliotecas e os leitores.

Sobre as expectativas com relação ao concurso, as jovens contam que acreditavam no potencial do projeto, mas ficaram surpresas com o primeiro lugar da categoria.

“A gente estava um pouco confiante, sabíamos que o projeto estava bem elaborado, mas quase não acreditamos quando nossa equipe foi anunciada como vencedora”, disse Natália.

Desafio de robótica

O desafio SESI de Robótica Covid-19 propôs que os estudantes do 9º ano de toda a rede SESI elaborassem soluções pensadas por eles que pudessem ser aplicadas no dia a dia para evitar o contágio pelo novo coronavírus.

Todos os participantes da competição tiveram menos de dois meses para apresentar os projetos e os protótipos.

A premiação aconteceu na quinta-feira (24), durante a solenidade realizada virtualmente para todo o país pelo SESI nacional. A próxima etapa é tornar os projetos públicos, para que empresas e instituições interessadas possam investir, caso haja interesse.

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Deixe um comentário

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies