Início Bahia Com surto de covid-19, prefeitura de Ibicoara decide reabrir para turismo

Com surto de covid-19, prefeitura de Ibicoara decide reabrir para turismo

Por Reginaldo Spínola

A cidade de Ibicoara, na Chapada Diamantina, vive um surto de covid-19. Entre os dias 5 e 20 de novembro, segundo os boletins epidemiológicos divulgados pelo município de 20 mil habitantes, o número de casos saltou de 34 para 153, o que corresponde a um aumento de 350%. Até esse domingo, o número de casos já tinha atingido 238, sendo 139 ativos e 5 mortes.

Mesmo assim, Ibicoara reabre hoje o Parque Natural Municipal do Espalhado, para exercício do turismo. É nesse parque que fica localizada a Cachoeira do Buracão, considerado o principal atrativo turístico do município. Segundo a secretária de Saúde, Luciara Aguiar Caires, o local não é o foco da doença no município e sim outro distrito, chamado Cascavel, que concentra 60% dos novos casos.

Ela também disse que não era favorável à reabertura do turismo, mas foi convencida da necessidade econômica vivida pelo setor.  “Ouvimos relatos de guias que estavam mesmo passando necessidades financeiras. Eles foram a classe mais afetada e esse aumento de casos não é de responsabilidade deles e sim das aglomerações políticas”, explica Luciara.

Assim como diversas cidades baianas, Ibicoara viveu um processo eleitoral marcado pelo desrespeito às medidas de segurança que evitam o contágio. “Aqui estava super tranquilo, mas as eleições geraram muita aglomeração e estamos agora colhendo. Eu mesma só saí de casa para votar e estou deixando claro essa realidade para os clientes, de que temos um protocolo a seguir”, explica uma guia turística, que é a favor da reabertura.

Medida

Segundo o secretário de turismo Luiz Pimenta, o protocolo de reabertura já vinha sendo trabalho há cinco meses: “Hoje não existe na Chapada um protocolo tão bem elaborado como o nosso. Então, apesar do aumento, não vimos a necessidade do trade turístico pagar por isso”. Dentre as medidas adotadas no protocolo estão redução para cinco no número de turistas para cada guia; limitação de 70 visitantes por dia; agendamento prévio e obrigatório da visita; além das medidas básicas de distanciamento, uso de máscara, higienização das mãos e sem aglomerações.

Essa reabertura tem um prazo de 15 dias, podendo ser estendida de acordo com o cenário epidemiológico do município. “Essa foi uma decisão conjunta da prefeitura com o setor, assumindo a responsabilidade de que, se tiver aumento de casos, vamos dar uma freada na reabertura”, explicou a secretária da Saúde. Se depender do guia Sebastião Reis Aguiar, 57, a expectativa para essa retomada é boa: “De dezembro até março, minha equipe já tá muito bem agendada, graças a Deus”.

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Deixe um comentário

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Aceitar

Política de privacidade e cookies