Início Brasil Concurso IBAMA 2021: Edital é autorizado com 568 vagas para três cargos

Concurso IBAMA 2021: Edital é autorizado com 568 vagas para três cargos

Por Reginaldo Spínola

O edital de concurso público do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Concurso IBAMA 2021) está autorizado. O documento autorizativo foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 06 de setembro. De acordo com o documento, foram autorizadas 568 vagas, em cargos de ensino médio e superior.

Do quantitativo de vagas autorizadas pelo Ministério da Economia, 432 serão oferecidas para o cargo de Técnico Ambiental, de nível médio. O salário inicial do cargo é de R$4.063,34, já contando com o auxílio-alimentação no valor de R$458 e a gratificação de desempenho de R$1.382,40.

O restante das vagas foram autorizadas para os cargos de Analista Ambiental (96) e Analista Administrativo (40), ambos com requisito de nível superior. Os salários são de R$8.547,64, já com o auxílio-alimentação.

Agora, com a portaria de autorização do concurso já publicada, os próximos passos serão a formação da comissão organizadora, elaboração do projeto básico do edital, escolha e contratação da banca, que ficará responsável pela seleção. Após isso, o edital será publicado.

De acordo com o documento de autorização, o edital do concurso IBAMA deverá sair em até seis meses, ou seja, até março de 2022.

Déficit

Enquanto o edital de concurso público do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) não é divulgado, o déficit de servidores só aumenta. De acordo com dados do próprio órgão, o número de cargos vagos já alcança 2.821.

O déficit de servidores vem crescendo gradativamente a cada mês, conforme mostra os dados da Gestão de Carreira e Desempenho de Pessoal. No ano passado, por exemplo, o IBAMA contava com pouco mais de 2 mil cargos vagos.

Para 2021, caso não seja realizada a convocação de novos aprovados em concurso público, o número pode passar dos 3 mil cargos vagos, conforme prevê o Relatório Anual de Atividades de Auditoria Interna do Ibama (Raint), de 2019. O estudo aponta que já em 2020, pela primeira vez, o quantitativo de cargos sem ocupação se tornará maior que o número de cargos ocupados.

De 2012 até 2019, foram aproximadamente 1.008 servidores técnicos administrativos que deixaram o Ibama, seja por aposentadorias, exonerações ou outras vacâncias. // Notícias Concursos

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade