Início Noticias Cerimônia marca o lançamento do livro “Dona Lau: Histórias de vida de uma mulher negra, não alfabetizada e guerreira”

Cerimônia marca o lançamento do livro “Dona Lau: Histórias de vida de uma mulher negra, não alfabetizada e guerreira”

Por Reginaldo Spínola

Na última sexta-feira (17), o auditório da Unidade Escolar Municipal Conveniada Gilberto Viana foi palco de uma cerimônia coberta de emoção e muitas homenagens: o lançamento do livro “Dona Lau: Histórias de vida de uma mulher negra, não alfabetizada e guerreira”, de autoria de Ronilda Rodrigues da Silva e Gabriela Sousa Rêgo Pimentel.

Dona Lau é o apelido carinhoso de Laurinda Rodrigues, nascida em Itambé, em 15 de julho de 1939, e adotada por Vitória da Conquista em 1990. Foi feirante e se dedicou a trabalhos sociais com doentes, idosos e encarcerados. Os 10 filhos de Dona Lau, assim como netos e amigos, colaboraram com os escritos que resgatam a sua história.

A cerimônia de lançamento reuniu familiares, amigos, admiradores e representantes da sociedade e do poder público, que enalteceram a trajetória de Dona Lau, destacando a sua contribuição para a sociedade. Entre os participantes, estava o filho de dona Lau, Renan Rodrigues, o vereador Sandoval Souza, o Padre Ednilton Oliveira, o diretor de Cultura e Turismo, Jota Brandão, que foi presenteado com um exemplar do livro para compor o acervo da Biblioteca Municipal.

“Essa doação enriquece e valoriza o acervo da nossa Biblioteca Municipal. É com muita alegria que recebemos essa produção literária, entre tantas outras doações que têm chegado à biblioteca. Doações de extrema importância para o enriquecimento e atualização dos nossos acervos, assim como para o fomento de projetos de incentivo à leitura”, disse o diretor.

A solenidade de lançamento foi tomada pela emoção durante os depoimentos dos convidados e a cada música interpretada por Jota Brandão. Os filhos e netos não se contiveram e cantaram em lágrimas, junto com o diretor, as canções preferidas da grande mulher homenageada.

Para Romilda Rodrigues, é uma alegria poder compartilhar as vivências da sua mãe através desse livro. “Durante essa construção, a gente percebeu a grandeza, a fortaleza dessa mulher preta, não alfabetizada, que lutou cotidianamente para que seus 10 filhos tivessem uma vida diferente da dela. E ela apostava todo o tempo na educação, o fator educação pra ela era primordial para que seus filhos pudessem ter uma ascensão na vida”, contou

De acordo com a apresentação da obra, D. Lau “através de seus ensinamentos do senso comum e exemplos do cotidiano, soube com maestria, conduzir sua família sem permitir que ninguém se desviasse do caminho que havia trilhado. Assim, essas memórias reflexivas contadas por seus filhos, netos, outros parentes e amigos, de forma emocionante e individualizada, reverberarão na vida das futuras gerações da sua família e de outras que foram tocadas por Dona Lau”. // Ascom PMI

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade