Início Noticias Candidato a prefeito é morto a tiros e vice-governador de Goiás é baleado em carreata

Candidato a prefeito é morto a tiros e vice-governador de Goiás é baleado em carreata

Por Reginaldo Spínola
0 Comentário
O ex-prefeito e candidato à
prefeitura de Itumbiara (GO) José Gomes da Rocha (PTB), o Zé Gomes, de 58 anos foi
morto a tiros durante carreata eleitoral nesta quarta-feira (28) na cidade,
localizada a 204 quilômetros de Goiânia. O vice-governador de Goiás, José
Eliton (PSDB), de 44 anos participava do ato e também foi baleado. O advogado
da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende, também foi atingido. 
O crime aconteceu por volta das
18h, quando o carro que levava o candidato e o governador em exercício passava
pela Avenida Modesto de Carvalho, próximo ao bairro Novo Horizonte. O autor dos
disparos e um policial militar morreram minutos depois do atentado em tiroteio.
Um vídeo mostra o momento em que
o atirador desce do carro e dispara contra a caminhonete em que estavam o
vice-governador e o candidato à Prefeito José Gomes. O homem atingiu quatro
pessoas e foi morto por seguranças do governo.
Segundo a Polícia Civil, o
atirador foi identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, de 53 anos,
funcionário da prefeitura. Além do atirador e Zé Gomes, morreu no ataque o cabo
da PM Vanilson João Pereira, de 36 anos, que fazia a segurança do
vice-governador. Os corpos das vítimas são velados em Itumbiara. Veja os vídeos:

Situação do vice-governador
A unidade de saúde informou na
manhã desta quinta-feira (29) que José Eliton e Célio Rezende estão na Unidade
de Terapia Intensiva (UTI). Segundo o hospital, o quadro deles é regular. Eles
passaram por exames e estão conscientes.
José Eliton, que também é
secretário de Segurança Pública do estado, estava como governador em exercício,
já que o governador Marconi Perillo (PSDB) viajou no último dia 19 deste mês
para uma missão comercial nos Estados Unidos.
A Assessoria da Secretaria de
Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás informou que o retorno
de Marconi Perillo a Goiás estava previsto para a próxima sexta-feira (30). No
entanto, devido ao atentado, ele antecipou a volta e deve chegar a Goiânia
nesta quinta-feira, mas o horário não está definido. Em seguida, deve conceder
uma entrevista coletiva sobre o caso.
Enquanto Perillo não retorna a
Goiás, o presidente da Assembleia Legislativa, Hélio de Sousa (PSDB), é o
governador em exercício.
Publicidade
Itambeagora@gmail.com
0 Comentário
0

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade