Início Brasil Jovem é achada morta em fundo de rio com peso de ferro amarrado no pescoço

Jovem é achada morta em fundo de rio com peso de ferro amarrado no pescoço

Por Reginaldo Spínola

Foi localizado na tarde desta quarta-feira (11) o corpo de Simone da Rocha Silveira, 29 anos, que estava desaparecida há uma semana em Xanxerê, no Oeste de Santa Catarina. O corpo foi encontrado no rio Irani, entre Xanxerê e Xavantina, por volta das 16h. A mulher estava com uma corrente, um cadeado e peças de carro amarrados em volta do pescoço.

Segundo o delegado Albino Souza de Araújo, responsável pela investigação, o corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal) para exames cadavéricos, contudo, não há dúvida sobre a identidade da vítima. “Como o corpo ainda não estava em estado de decomposição, foi possível fazer o reconhecimento físico-visual. Não há dúvidas de que se trata do corpo de Simone Rocha”, comentou o delegado.

O cadáver estava boiando no leito do rio Irani, dois quilômetros distante de um condomínio residencial. O corpo foi removido para às margens do lago para os procedimentos legais. “Ao retirá-la da água notamos que ela estava com correntes e peças de carro que faziam com que ela ficasse com parte do corpo submerso neste local”, destacou o capitão dos Bombeiros, Nolan Rafael Volkweis. Simone da Rocha, que morava no bairro João Winck, saiu de casa ainda na terça-feira (3) após receber uma ligação. Desde então, não foi mais vista. “Ela recebeu uma ligação e saiu de casa. Deixou tudo, os documentos, bolsa, e até o carro na garagem”, disse a tia da vítima, Maria Salete, ao site Lance Notícias.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

Nenhuma descrição de foto disponível.

Itambeagora@gmail.com

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade