Início Brasil Festa clandestina termina em morte de jovem de 19 anos e guarda é preso por disparo com arma calibre 12

Festa clandestina termina em morte de jovem de 19 anos e guarda é preso por disparo com arma calibre 12

Por Reginaldo Spínola

Uma jovem de 19 anos morreu após ser atingida por um tiro durante uma ação da guarda municipal em uma festa clandestina, em Rio Claro (SP), entre o final da noite de sábado (1º) e início da madrugada deste domingo (2). As informações são do G1.

Um guarda, que não teve a identidade divulgada, alegou disparo acidental e foi preso por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Um homem de 29 anos também foi atingido e está internado.

Denúncia sobre festa e disparo

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, a Guarda Municipal fazia a verificação de uma denúncia de festa clandestina com aglomeração, em uma rua no Jardim Panorama.

O GCM alegou que a arma disparou acidentalmente no momento em que ele iria colocar munição de borracha. O motivo para o uso não foi esclarecido.

Segundo a Polícia Civil, Gabrielli Mendes da Silva e José Felipe de Lima Verneck, de 29 anos, foram atingidos. Ambos foram socorridos, mas Gabrielli não resistiu ao ferimento. Verneck continua internado, mas o estado de saúde dele não foi divulgado. O auto de prisão lavrado foi encaminhado à Justiça e ao Ministério Público.

O corpo de Gabrielli foi sepultado no Memorial Parque das Palmeiras.

Prefeitura de de Rio Claro vai abrir inquérito interno.

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Deixe um comentário

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade