Início Brasil Brasileira morre de fome e sede ao tentar atravessar deserto e entrar nos Estados Unidos

Brasileira morre de fome e sede ao tentar atravessar deserto e entrar nos Estados Unidos

Por Reginaldo Spínola

Uma brasileira foi encontrada morta em um deserto ao tentar entrar de maneira ilegal nos Estados Unidos. Seu corpo foi encontrado por patrulheiros norte-americanos na última quarta-feira, 15, no deserto de Deming, no Novo México. Ela morreu de fome e sede. As informações são do Jornal O Globo.

A mulher identificada como Lenilda dos Santos, de 50 anos, tentava atravessar a fronteira dos EUA com o México acompanhada de três amigos de infância, além da pessoa contratada para guiá-los, o “coiote”, mas foi deixada para trás.

Por estar muito cansada, com sede e fome, ela acabou sendo deixada pelo grupo com quem estava para trás, que lhe prometeu que retornaria para buscá-la. Relatos da polícia indicam que ela telefonou para familiares que que residem em Massachusetts, avisando da situação e que estava com medo de morrer.

“Não se faz isso nem com cachorro, como é modo de falar. Quero dizer, não se pode maltratar animais, então como que se larga um ser humano no deserto sem comida, sem água?”, questionou ao jornal O Globo, o irmão de Lenilda, Leci Pereira. “Você não tem noção da dor que é isso. É muito difícil.”

Lenilda falava constantemente com a família durante o trajeto, o que fez com que a falta de notícias preocupasse os familiares. Ela deixou de responder as mensagens e a sua localização no mapa não mudava mais. Com isso, procuraram Kleber Vilanova, que reside em Ohio e possui negócio relacionado a imigração.

Segundo ele, os amigos de Lenilda não chamaram resgate para a mulher por medo de serem presos. “As pessoas com quem ela estava viajando pensaram nelas próprias”, disse.

Itambeagora@gmail.com

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade