Início Entretenimento Com erro de arbitragem, Vitória empata com o Fluminense no Maracanã

Com erro de arbitragem, Vitória empata com o Fluminense no Maracanã

Por Reginaldo Spínola

itambagora-5

O torcedor do Vitória tem muito o que reclamar. Na noite desta sexta-feira (28), o Rubro-Negro ficou no empate em 2 a 2 com o Fluminense, no Estádio do Maracanã, e chegou ao seu quinto jogo consecutivo sem vencer no Campeonato Brasileiro 2016. Mesmo saindo na frente do marcador, o Leão acabou sendo prejudicado por uma marcação equivocada do árbitro pernambucano Nielson Nogueira Dias e viu o Tricolor das Laranjeiras virar o marcador ao seu favor. Entretanto, a equipe comandada por Argel Fucks conseguiu chegar ao empate com Marinho aos 43 do segundo tempo e deixou tudo igual no Rio de Janeiro. O resultado não tira o time da zona de rebaixamento da competição, que segue na 17ª posição com 36 pontos.

Precisando de um resultado positivo, as duas equipes iniciaram o confronto valorizando pela velocidade. Mais efetivo no ataque, o Fluminense conseguia tocar melhor a bola e apertava a marcação do Vitória, que se posicionava defensivamente para se aproveitar dos lances de contra-ataque.

Aos 13 minutos, uma falha da defesa quase termina em gol carioca. Diego Renan não consegue dominar e Wellington toca para Cícero, que chuta em cima de Fernando Miguel. Com o Leão da Barra todo atrás do meio-campo, os baianos viram os atletas do Flu criarem várias oportunidades em arranques de velocidade. Em uma delas, aos 21, Wellington Silva dá uma arrancada e avança sem marcação pelo lado direito, entrando na área e chutando colocado para outra defesa do goleiro rubro-negro.

Mesmo melhor no jogo, o Tricolor carioca esbarrava nas mãos de Fernando Miguel, que estava em noite inspirada. Aos 27, o arqueiro do Vitória faz outra bela defesa para anular uma finalização de Wellington Silva. Um minuto depois, o goleiro anula cobrança de Scarpa.

Mesmo mais recuado e jogado de forma defensiva, o Rubro-Negro mudou o panorama da partida ao aproveitar um dos poucos lances de bola parada para abrir o marcador. Aos 30, Marinho cobra falta na pequena área do Fluminense e Marcelo sobe mais que todo mundo para completar de cabeça e colocar a bola no cantinho da meta de Júlio César. Alegria para a torcida baiana presente no Maracanã.

Entretanto, a equipe comandada por Argel Fucks não teve tempo de administrar o resultado. Aos 33 minutos, Victor Ramos fez falta em Wellington e o juiz marcou penalidade máxima para os donos da casa, revoltando os atletas baianos e o treinador do Vitória. Apesar das reclamações sobre o auxiliar e o árbitro, a cobrança foi confirmada e Richarlison deixou tudo igual no Rio de Janeiro.

Com o jogo caindo de produção na primeira etapa, a situação do Leão se complicou nos acréscimos da partida. Aos 47, Cícero se aproveitou de cruzamento de Wellington e subiu sem marcação para cabecear no canto de Fernando Miguel.

 

O segundo tempo começou com um jogo aberto dos dois lados, fazendo com que as duas equipes chegassem com facilidade a meta rival. Mais solto em campo, o Vitória passou a levar mais perigo aos donos da casa e teve boas oportunidades em lances de bola parada. Mesmo assim, os visitantes não conseguiam acertar no último passe e viam o Time das Laranjeiras se aproveitar de falhas na lateral para assustar o gol de Fernando Miguel.

Com a entrada de David no lugar de Amaral, o Leão fica mais ofensivo e passa a complicar o clube carioca. Aos 18, Marinho levanta para Kieza dentro da área, mas o atacante acaba impedido por antecipação de Júlio César, que corta o cruzamento. Aos 20, Scarpa responde e chuta fora da área para defesa de Fernando Miguel.

O jogo estava lá e cá, com os dois times efetuando lances efetivos para chegar ao gol. Aos 25, Marinho cobra falta e David desvia para ver a pelota sair à direito do gol. Já aos 29, foi a vez de David cruzar na boca do gol e ver Henrique desviar a bola antes de chegar em Marinho.

Quando o jogo parecia resolvido para os cariocas, brilhou mais uma vez a estrela de Marinho. Depois de dois cortes de Euller em Wellington Silva, o lateral cruzou a bola para o atacante, que passou por Gum e chutou rasteiro para deixar tudo igual no Maracanã. A equipe baiana ainda resistiu as investidas do Fluminense e conseguiu terminar a partida em 2 a 2.

O Vitória agora joga no próximo dia 6 de novembro, um domingo, onde enfrenta o Atlético Paranaense no Barradão às 16h (horário da Bahia). Já o Fluminense sai de casa para jogar contra o Cruzeiro no Mineirão.

FICHA TÉCNICA

Fluminense x Vitória

Campeonato Brasileiro – 33ª rodada

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro

Data: 28/10/2016

Horário: 18h30 (de Salvador)

Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)

Assistentes:  Marcelino Castro de Nazaré (PE) e Bruno Cesar Chaves Vieira (PE)

Gols: Marcelo, Richarlison, Cícero, Marinho

Cartão Amarelo: Victor Ramos, Marcelo, Pierre, Gum

Fluminense: Júlio César; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovanni; Pierre, Douglas, Cícero e Gustavo Scarpa; Wellington e Richarlison (Magno Alves). Técnico: Levir Culpi

Vitória: Fernando Miguel; Diego Renan, Kanu, Victor Ramos e Euller; Amaral (David), Willian Farias, Marcelo e Cárdenas (Serginho); Marinho e Kieza. Técnico: Argel Fucks.

(Foto: Luciano Belford/Estadão Conteúdo)

Itambeagora@gmail.com
0 Comentário

Related Articles

Deixe um comentário

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade