Início Brasil FAB intercepta e atira em avião com 663 quilos de cocaína

FAB intercepta e atira em avião com 663 quilos de cocaína

Por Reginaldo Spínola

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou e atirou em um avião do tráfico que invadiu o território brasileiro, neste domingo (03/07). Equipes das polícias Federal e Militar apreenderam na aeronave 663 quilos de cocaína que eram transportados na região de Jales/SP.

O avião fez um pouso forçado na zona rural do município de Pontalinda/SP. Dois tripulantes conseguiram fugir para uma mata antes da chegada dos policiais ao local.

Conforme a FAB, duas aeronaves de defesa aérea A-29 Super Tucano foram empregadas para monitorar e interceptar o avião. Os pilotos de defesa aérea seguiram o protocolo das medidas de policiamento do espaço aéreo brasileiro, interrogando o piloto da aeronave, mas não obtiveram resposta. Nesse momento, a aeronave foi classificada como suspeita, conforme previsto no Decreto 5.144, de 16 de julho de 2004.

“Na sequência, os pilotos da FAB ordenaram a mudança de rota e o pouso obrigatório em aeródromo específico. Porém, o piloto do avião interceptado não obedeceu. Foi necessário, então, que a defesa aérea comandasse o tiro de aviso. Ainda sem retorno, a aeronave foi considera hostil, sendo realizados os procedimentos de tiro de detenção”, afirma.

“Após a execução do tiro de detenção, a aeronave, que não tinha plano de voo e entrou no espaço aéreo do Brasil pela fronteira do Mato Grosso do Sul, fez pouso forçado no Estado de São Paulo, entre as cidades de Jales e Pontalinda.  A partir de então, a Polícia Federal assumiu as Medidas de Controle de Solo (MCS)”, pontua a FAB.

“De acordo com o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), os radares identificaram a aeronave entrando no espaço aéreo brasileiro. O avião, sem contato com o controle, descumpriu todas as medidas de policiamento realizadas, mostrando-se hostil”, acrescenta.

A aeronave com avarias foi transportada em um caminhão, com o apoio do Corpo de Bombeiros até o Aeroporto Municipal de Jales onde permanecerá à disposição da justiça.

 Policiais militares de São Paulo e Mato Grosso do Sul também deram apoio às diligências no local, inclusive com a participação de dois helicópteros das corporações.

InformeBaiano

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade