Início Bahia Mulher fica estado grave após ter órgãos perfurados durante procedimento médico na Bahia

Mulher fica estado grave após ter órgãos perfurados durante procedimento médico na Bahia

Por Reginaldo Spínola

Uma mulher de 31 anos, identificada como Deliane Feitosa da Silva, está internada em estado grave após ter tido os órgãos perfurados em um procedimento médico realizado na Maternidade de Juazeiro, no norte da Bahia.

A sogra de Deliane, Lindinalva Simplicio da Silva, de 40 anos, conta que sua nora deu entrada no hospital de Juazeiro no dia 9 de junho após sofrer um aborto espontâneo e precisar realizar uma curetagem, procedimento que faz a raspagem da cavidade uterina, mas a situação se agravou e ela precisou ser transferida para um hospital em Petrolina, que é a cidade vizinha.

Deliane teve o intestino grosso perfurado e teve uma infecção generalizada que causou a perda dos ovários e do útero. “Em Petrolina ela passou por uma ultrassonografia e viram que tinha outro órgão perfurado além do útero. De lá para cá só sofrimento, ela já passou por várias cirurgias, ela foi perdendo tecido, as forças, e ficou uns dias com os órgãos expostos, a carne não cicatrizava”, explicou Lindinalva.

Atualmente, Deliane segue internada e entubada, em estado grave devido uma infecção grande no pulmão. “Queremos justiça, já acionamos o Ministério Público, já fizemos manifestação em frente ao hospital pedindo as medidas cabíveis por parte do Município e estamos esperando para saber no que isso vai dá”, expôs.

A Prefeitura de Juazeiro, através das Secretarias de Saúde e de Desenvolvimento Social, informou que está dando toda assistência necessária à família da paciente Deliane Feitosa da Silva. “A Secretaria de Saúde de Juazeiro está atenta à situação e acompanhando de perto o caso, inclusive o secretário de Saúde do município, Fernando Costa, esteve na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital onde a paciente está internada e verificou que Deliane está sendo bem atendida pela equipe multidisciplinar da unidade hospitalar. A Secretaria de Saúde reforça que não está alheia ao caso e que não medirá esforços ao que está ao alcance a ser feito”, informou a prefeitura por meio de nota.

Correio

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade