Início Bahia PT lança oficialmente Jerônimo Rodrigues como candidato ao governo da BA

PT lança oficialmente Jerônimo Rodrigues como candidato ao governo da BA

Por Reginaldo Spínola

O PT da Bahia aprovou em convenção estadual, neste sábado (30), a escolha de Jerônimo Rodrigues, do partido como candidato ao governo do Estado. No evento, foi também confirmado o nome do presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior (MDB) como candidato a vice e a candidatura à reeleição do senador Otto Alencar (PSD).

A oficialização do nome de Jerônimo Rodrigues foi realizada no Parque de Exposições de Salvador. Essa é terceira oficialização de candidatura ao governo da Bahia dentro do período para realização das convenções partidárias, conforme o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Formado em engenharia agronômica, Jerônimo é gestor público e professor licenciado da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Ele tem 57 anos e nasceu em Aiquara, na região da Chapada Diamantina. O ex-secretário de educação do estado vai disputar uma eleição pela primeira vez.

Jerônimo chegou ao Parque de Exposições, que fica na Avenida Paralela, ao lado de Otto Alencar e partidários de metrô, repetindo o que o fez Rui Costa em 2018, quando era candidato à reeleição.

Candidato do PT, Jerônimo vai contar com uma coligação que tem, ao menos, oito partidos: PT, PSD, MBD, PSB, PC do B, PV, Avante e Patriota.

“Vivemos um momento muito difícil nesse país. O desemprego e a fome permeiam cada ponto desse país e não se pode fazer nada quando as pessoas passam fome. Temos que fazer uma agenda intensa no combate à fome e pela geração de emprego. O estado vem fazendo isso e eu vou ampliar ainda mais esses investimentos, com construção de escolas, de hospitais. Existem municípios que essas obras do estado geram muita renda. Eu pisarei firme nisso combinado com Lula”, disse Jerônimo.

Jerônimo Rodrigues foi confirmado em evento neste sábado em Salvador — Foto: Itana Alencar/g1

No evento deste sábado, o candidato a vice Geraldo Júnior também discursou. Vereador de quarto mandato, Geraldo Júnior é advogado e presidente da Câmara de Salvador. Integrava a base de apoio do prefeito de Salvador, Bruno Reis, e do ex-prefeito e pré-candidato ao governo da Bahia, ACM Neto, até o final de março, quando seu partido, o MDB rompeu com os integrantes do União Brasil e reeditou a dobradinha com o PT no estado. Em 2006, o MDB também indicou o vice, Edmundo Pereira, na chapa vitoriosa naquele ano, então liderada por Jaques Wagner.

“Nós estamos vendo um governo que transforma a vida das pessoas, que cuida da educação, da saúde, das estradas. Nossa intenção, tanto de Jerônimo, como de Geraldo, ao lado dos nossos senadores é continuar tocando a vida dos cidadãos baianos. Com obras estruturantes eu pude dimensionar. Tive a noção clara do que é obra e do que é maquiagem e isso eu vou mostrar aqui na capital nos próximos dois meses”, afirmou Geraldo.

A convenção petista também oficializou no evento deste sábado a candidatura à reeleição do senador Otto Alencar. Eleito em 2014, ele tenta um novo mandato. Médico ortopedista, Otto tem 74 anos. Foi deputado estadual, vice-governador e governador da Bahia. No Senado, foi titular da Comissão de Assuntos Econômicos, de Meio Ambiente, de Segurança Pública e integrou a CPI da Covid-19.

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade