Início Bahia Chef morto em Porto Seguro havia fugido da Espanha por desvio milionário em banco, diz jornal

Chef morto em Porto Seguro havia fugido da Espanha por desvio milionário em banco, diz jornal

Por Reginaldo Spínola

O chef de cozinha encontrado morto em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento, teria se mudado para o Brasil para escapar de uma condenação na Espanha. Até esta terça-feira (28), nenhum suspeito foi localizado. Na última sexta-feira (24), David Peregrina Capó, de 53 anos, e a companheira dele, Érica da Silva Santos, de 38, foram mortos a tiros no restaurante Ilha dos Ribeirinhos, situado às margens do Rio Buranhém.

Chef de cozinha e esposa são encontrados mortos em Porto Seguro

Segundo O Globo, o jornal espanhol “El Mundo” relatou que há uma década, David Peregrina, natural de Mallorca, famosa ilha espanhola, fugia das autoridades locais devido a uma condenação em dois processos, em 2012, que resultaram pena de mais de seis anos de prisão pelos crimes de estafa (equivalente a estelionato no Brasil), apropriação indébita e falsificação de documentos.

O El Mundo informou ainda que o chef foi um dos 28 acusados de um complô para fraudar o banco onde ele trabalhava como diretor de sucursal. O esquema, conhecido como “o caso das hipotecas fantasmas”, envolvia falsos empréstimos hipotecários que, entre 2003 e 2004, desviaram mais de 2 milhões de euros (R$ 10 milhões, na cotação atual).

Peregrina foi apontado como líder do esquema e a mídia local divulgou que ele havia fugido para o Brasil. Após a fuga para o Brasil, o chef montou o restaurante em uma área turística de Porto Seguro, local onde ocorreu o duplo homicídio.

Compartilhe esse post com seus amigos

Deixe um comentário

mais Postagens interessantes

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site. Ao clicar em "aceitar" assumiremos que você concorda com o uso que fazemos dos cookies. Concordo Clique AQUI e tenha mais informações

Política de Privacidade